Foto de Amelie Lens

Artista

Amelie Lens

acid techno
belgian techno
dark techno
electra
minimal techno

Bio

Amelie Lens se tornou, em apenas alguns anos, um dos DJs mais aclamados da cena da música eletrônica. Após sua estréia no Lyase, show após show, banger após banger, a artista belga demonstrou o que fez ao juntar seu som techno com sua energia e carisma nos palcos dos festivais mais famosos do mundo, como o Festival Sónar, Time Warp, Movimento Detroit e Awakenings. Suas habilidades e habilidades no mix são bem equilibradas com as do estúdio, tendo produzido várias faixas de sucesso lançadas no Second State de Pan Pot, no Drumcode de Adam Beyer e em sua própria LENSKE. Sua atenção aos detalhes caracterizou cada etapa de sua carreira até agora, feita de quedas de techno pesadas e cativantes. O sucesso que conquistou nos últimos anos é realmente impressionante, como provam todos os eventos esgotados, incluindo os de suas próprias festas EXHALE. Em poucos anos, ela se tornou a atração principal de alguns dos eventos mais importantes da indústria e é sem dúvida um dos artistas mais fenomenais da atual cena techno. Amelie Lens nasceu em 31 de maio de 1990 em Vilvoorde, Bélgica. Ela tinha apenas 16 anos quando foi ao Festival Dour, na Bélgica, em 2006, e se apaixonou pela música eletrônica, especialmente pelo techno. Completamente hipnotizada pelo que havia descoberto, ela começou a percorrer a Bélgica de trem para participar de tantos festivais e shows quanto possível, absorvendo cada pedaço do que ela estava encontrando, ritmo, batidas, quedas. Suas inspirações na época eram Underworld, Boys Noize, Ellen Allien e Nine Inch Nails. Não demorou muito para ela experimentar djing e, depois de ter abandonado sua carreira de modelo em 2014, ela começou a tocar em suas próprias noites em Antuérpia, tocando sob o pseudônimo de Renée. Ao mesmo tempo, ela passava um tempo no estúdio aprendendo tudo sobre produção musical. No começo, ela estava reformulando as faixas da velha escola, tentando adaptá-las a um ritmo diferente. Ela logo chegou ao que hoje poderia ser definido como seu som techno rápido e futurista. Seu lançamento de estreia “Exhale” foi publicado na gravadora italiana Lyase em 2016, mas foi o trio de lançamentos no Second State de Pan Pot que abriu as portas internacionais para Amelie Lens. Apesar de ela às vezes achar que era muito cedo para tocar, os shows se uniram e ela logo se viu dividindo os palcos com alguns dos artistas mais conhecidos da cena techno. O Festival Sónar, Time Warp e as renomadas festas do Circoloco no DC-10 são apenas alguns dos lugares incríveis em que ela tocou nos anos seguintes. Em 2018, ela lançou sua própria gravadora LENSKE, na qual artistas belgas Farrago, Milo Spykers e AIROD, com sede em Paris. No início de 2019, ela também lançou suas festas EXHALE. No início, no Hasselt's Labyrinth Club, onde convidou artistas como Ben Klock, Marcel Dettmann, Rødhåd, Ellen Allien e Kobosil, além de seus espetaculares cenários durante a noite toda, agora são eventos esgotados. Vários shows do EXHALE já ocorreram no famoso Fabric de Londres, além de festivais entre os quais OFF Sónar, Creamfields e Extrema Festival. 2019 também foi o ano em que Amelie Lens remisturou o principal lançamento do Drumcode, "Teach Me", marcando o 200º lançamento do selo de Adam Beyer. O que Amelie Lens alcançou em um período muito curto de tempo é o que alguns artistas sonham alcançar em toda a vida. No momento, ela está viajando pelo mundo semanalmente, trazendo seu som techno de ponta para os melhores clubes e festivais, colecionando ingressos esgotados após o outro. Com seu selo LENSKE, ela está tentando descobrir novos talentos, concentrando-se no futuro do techno, além de apresentar artistas conhecidos de longa data. E foi exatamente isso que a caracterizou desde o início, uma fusão entre o techno clássico e o moderno, que fazem dela um dos artistas mais aclamados dessa geração.

Amelie Lens